O primeiro vídeo sobre diagnóstico essencial, com Fábio Von Glehn, abordou a grande quantidade de montadoras e modelos de carros disponíveis no mercado automotivo, se ainda não teve a oportunidade de ver, clique aqui e confira.

Além disso, mostrou que para  o profissional em mecânica automotiva, aprender sobre cada um desses modelos, especificamente, é um longo caminho. 

Por isso, foi criado um método capaz de tornar mais fácil e rápido o aprendizado para a reparação automotiva

As quantidades físicas foram simplificadas e divididas em sete tópicos: Posição, temperatura, aceleração, pressão, fluxo e concentração. 

Foram simplificadas também os sinais elétricos, que foram divididos em: Sinal discreto, sinal com variação de amplitude de corrente, variação de sequência, duração de pulso e arranjo de dados. 

Nesse segundo vídeo, é abordado de forma mais explicativa os quatro tipos de curvas e seus três tipos de sinais e como identificá-los.

Alguns temas abordados no vídeo: 

  • O sinal discreto binário é exemplificado por um pedal de freio, pedal de embreagem, interruptor de luzes, liga e desliga do ar condicionado. 
  • Sinal discreto de múltiplos estágios tem como exemplo o seletor do ventilador interno e os seletores no volante. 
  • Sinal linear proporcional à tensão, pode ser exemplificado pela posição da borboleta, posição do pedal do acelerador, pressão no coletor, pressão do ar-condicionado e medidor de massa de ar. 
  • Sinal de tensão não linear, tem como exemplo temperatura de água do motor, temperatura do ar e sonda lambda. 
  • Sinal variável na amplitude/frequência é utilizado pelo sensor de rotação indutivo e sensor de velocidade indutivo. 
  • Já o sinal variável na frequência é utilizado pelos sensores de rotação hall e de velocidade magneto-resistivo, além de alguns medidores de massa de ar. 
  • Sinal variável na duração do pulso, é utilizado na maioria das vezes para os comandos de módulo de arrefecimento, válvula EGR e de variador de fase. 

 

Quer entender mais sobre como identificar as curvas e seus sinais? Assista ao nosso segundo vídeo sobre diagnóstico essencial e confira a explicação sobre cada uma das curvas identificadas acima.